Museu da Ferrari e fábrica da Fiandre também fizeram parte do Roteiro de Milão

Museu Ferrari e fábrica da Fiandre também fizeram parte do roteiro de Milão

 

Você pode até não curtir automobilismo ou ser apaixonado por velocidade, porém é quase impossível ficar indiferente às máquinas produzidas pela marca mais desejada do mundo: a Ferrari. Há quem considere os carros verdadeiras “obras de arte”. De certa maneira, se avaliados do ponto de vista do design e tecnologia, sem dúvida, são. Tanto que a marca criada por Enzo Ferrari tem seu espaço de exposição venerado por uma legião de fãs do mundo inteiro, o Museu Ferrari, em Maranello, na Itália.

E foi ali a outra parada do Club&Casa Design durante a estadia em Milão. A atividade foi promovida pela Barotti Design em parceria com a Fiandre e com apoio da Ateliê Petrópolis, Atelier da Imagem, Blanco Design, Dimare Móveis Planejados São Caetano, Madel Concept, Marmoraria Pedra Julia, Muse Wallpapers, Renova, Rokka Mármores e Granitos, SCA, TS Revestimentos e Unique Mood.

Para chegar ao destino, cerca de 70 pessoas, entre profissionais e lojistas, passaram pela estação Reggio Emillia – projetada pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava, autor do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, entre muitas outras espalhadas pela Europa, Estados Unidos, Canadá e Argentina – em direção a Castellarano para visitar a fábrica da Fiandre e almoçar no showroom da marca.  A falar sobre sua experiência durante a viagem, a designer de interiores Cléo Arimura diz que há 10 anos participa da Semana do Design de Milão.”A cada edição vou em busca de tendências e novidades, mas este ano a viagem foi ainda mais especial. Além de matar o desejo de observar uma Ferrari de perto, adorei a visita à fábrica da Fiandre, onde pude entender algumas características das peças com grandes dimensões e tons que já podem ser encontrados no Brasil. Agora é chegar e especificar”, diz.

Na sequência, ao seguir rumo a Maranello o grupo pode ver, no pavilhão de 2500 m², a história de Enzo até se tornar piloto e criar sua própria escuderia de Fórmula 1. No museu existe ainda uma exposição de automóveis que vai desde os clássicos até o último modelo, onde se ouve o ronco do veículo preferido por meio de simuladores. Ao fim do passeio, alguns dos participantes pilotaram uma Ferrari pelas ruas de Maranello. Segundo Marcelo Barotti, diretor da Barotti Design, foi uma experiência incrível para quem participou do roteiro proposto. “Aliamos entretenimento, como a ida ao Museu Ferrari, à necessidade de atualização do conhecimento. Ver, por exemplo, detalhes técnicos dos revestimentos e sua qualidade são fundamentais à especificação no projeto”, conclui.